Fadista, Carminho

Mundo Novo, Conjunto Mundo Novo, Grupo Musical, musica popular, grupos de musica popular
Grupo Mundo Novo
02/09/2016
contactos, Quim Barreiros, Quim Barreiros Concertos, Artista Quim Barreiros ao vivo, Quim Barreiros - Espetáculos de Musica Portuguesa ao vivo, Artistas, Cantores portugueses, Musica
Artista Quim Barreiros
14/04/2016

Fadista, Carminho

Fadista Carminho, Fados, Carminho, Singer, Fadista Carminho, fados da Carminho, Concertos da Carminho, musica ao vivo, Musica Portuguesa, Cantoras, artistas

Fadista Carminho

“Não sei talvez quem és, mas sei quem sou.”

Nem podia ser de outro modo, quando quem canta estas palavras de Vasco Graça Moura é alguém que sempre soube que o fado era o seu destino, mas que só o quis assumir depois de ter compreendido quem era realmente.

Em 2009, Carminho cantava o “Fado” que era o seu fado desde muito nova. Desde que ouvia os discos que os pais tinham, que acompanhava as tertúlias fadistas que se faziam lá em casa, desde que começou a cantar, ainda adolescente, na Taverna do Embuçado. Esse “Fado” era o título de um primeiro álbum que esteve entre os mais aguardados discos da nova geração de fadistas: porque quem já ouvira Carminho sabia o talento que ali estava, mas porque ela se fez esperar – até acabar o curso, até viajar pelo mundo, até saber quem era.

E o seu “Fado” tornou-se num dos mais aclamados álbuns de 2009. Disco de Platina – resultado invejável para um disco de estreia – “Fado” abriu os corações de Portugal à voz de Carminho, e as portas do mundo ao seu talento: melhor álbum de 2011 para a revista britânica “Songlines”, actuações nas principais capitais europeias, no Womex 2011 em Copenhaga e na sede parisiense da UNESCO no âmbito da candidatura do Fado a património mundial, o convite para participar no disco de Pablo Alborán que se tornou num fenómeno de popularidade em Espanha e Portugal.

Era já tempo do “Fado” ter sucessor à altura. E ele aí está. A 5 de Março, Carminho revela-nos a sua “Alma” em 15 novas gravações, de novo com produção e direcção musical de Diogo Clemente, de novo sabiamente combinando versões e originais. (Na edição especial, o álbum surge expandido para 17 temas e acompanhado por um DVD com o registo do concerto “Carminho no Lux”, que teve lugar em Maio de 2011 no Lux Frágil, com encenação do cineasta João Botelho, igualmente responsável pela filmagem.)

As versões são pouco evidentes; vão buscar material menos recordado mas igualmente notável aos reportórios de Amália (“Cabeça de Vento”), Dina do Carmo (“À Beira do Cais”) ou Fernanda Maria (“As Pedras da Minha Rua”), mas também a Chico Buarque (“Meu Namorado”, de “O Grande Circo Místico”) ou Vinicius de Moraes (“Saudades do Brasil em Portugal”). Os originais contam com a mão de Diogo Clemente (“Bom Dia, Amor”, sobre Fernando Pessoa), Mário Pacheco (“Talvez”, com letra de Vasco Graça Moura), e Vitorino (“Fado Adeus”). E surgem ainda novas letras para fados tradicionais – uma delas, “Folha”, da própria Carminho, outra, “Impressão Digital”, um poema de António Gedeão.

E é nessa dosagem de passado e presente que se descobre o futuro do fado, na voz incomparável de Carminho. Uma voz que, ao segundo álbum, confirma tudo aquilo que Carminho canta em “Talvez”: “não sei talvez quem és, mas sei quem sou”.

In Fadista Carminho no Portal da Musica Portuguesa

Carminho

PABLO ALBORAN Y CARMINHO, PERDONAME.

Carregado a 06/01/2012
Concierto en acústico de Pablo Alborán, Carminho colabora en esta canción
letra:
Si alguna vez preguntas el por que…
no sabre decirte la razón
yo no la se
por eso y más
perdóname…!!

Si alguna vez maldicen nuestro amor
comprenderé tu corazón
tu no me entenderás
por eso y más
perdóname..!!

uuuna sola palabra
no más besos al alba
ni una sola caricia abra
esto se acaba aquí
no hay manera ni forma
de decir que si

ni una sola palabra
no más besos al alba
ni una sola caricia abra
esto se acaba aquí
no ahí manera ni forma
de decir que si

si alguna vez
creíste que por ti
o por tu culpa me marché
no fuiste tu
por eso y más
perdóname..!!

si alguna vez te hice sonreír
creistes poco a poco en mi
fui yo lo se
por eso y mas
perdóname..!

uuuna sola palabra mas
no mas besos al alba
ni una sola caricia abra
esto se acaba aquí
no hay manera ni forma
de decir que si

siento volverte loca
darte el veneno de mi boca
siento tener que irme así
sin decirte adiós

laralalalaralalarala
laralaalala
lalalalara

uuuna sola palabra mas
no mas besos al alba
ni una sola caricia abra
esto se acaba aquí
no hay manera ni forma
de decir que si

Fados

Carminho nas Manhãs da Comercial

Publicado a 23/12/2014
A cantora interpreta ‘Saia Rodada’ e ‘Chuva no Mar’ ao vivo no estúdio da Rádio Comercial.

Ao vivo na Alemanha

Veja esta lista de reprodução com 15 videos, alinhados por ordem crescente.
Publicados em Julho de 2013
Carminho the great fadista from Portugal with the Thueringen Symphony Orchestra ao vivo at TFF (Dance and Folk Festival) in Rudolstadt Germany on 5th July 2013.

Carminho & Luis Guerreiro Talvez~

Publicado a 24/02/2013
Talvez Carminho & Luis Guerreiro (guitarra portuguesa) Diogo Clemente (Guitarra Clássica ) Marino de Freitas (Viola baixo) Alma (obrigada Ana Isabel)

Carminho,Sao Bras de Alportel – Velha Tendinha & Marcha De Alfama

Carminho, Sao Bras de Alportel – Bom Dia Amor

Publicado a 06/06/2012
Concert at Sao Bras Alportel – Jardim da Verbena – 1 June 2012

Carminho, Sao Bras de Alportel – Fado Das Queixas

Publicado a 06/06/2012
Concert at Sao Bras Alportel – Jardim da Verbena – 1 June 2012

Carminho – Carolina – Vivo Rio 09/04/2015 (Lançamento do CD Canto)

Carminho – O Sol, Eu e Tu – Vivo Rio 09/04/2014 (Lançamento do CD Canto)

Carminho – Saudades do Brasil em Portugal – Vivo Rio 09/04/2015 (Lançamento do CD Canto)

Pablo Alborán [MEO Arena] Momento de Carminho [23-05-2015]

Video Carminho ao vivo em 23-05-2015

Carminho – Escrevi Teu Nome no Vento ao Museu do Fado

Carregado a 07/12/2011
Carminho with Luis Guerreiro, Diogo Clemente and Daniel Pinto taken from a live broadcast from the Museu do Fado in celebration of ‘Fado : Patrimônio da Humanidade’

Carminho – Meu amor marinheiro, RTP Directo

Discografia Carminho

CD’s (Discos)

 

Canto
CD/2014
01 A Ponte
02 Saia Rodada
03 Ventura
04 Porquê
05 Coisas (Com Marisa Monte)
06 Contra A Maré
07 Andorinha
08 O Sol, Eu E Tu
09 Na Ribeira Deste Rio
10 Espera
11 Vou-Te Contar
12 Destino
13 Vem
14 A Canção

CD’s (Discos)

Alma
CD/2012

01 Lágrimas do céu
02 Malva-Rosa
03 As pedras da minha rua
04 Bom dia, amor (Carta de Maria José)
05 Folha,
06 Meu namorado
07 Fado das Queixas
08 Fado Adeus
09 Cabeça de Vento
10 Impressão digital
11 Talvez
12 À beira do cais
13 Ruas
14 Saudades do Brasil em Portugal
15 Disse-te adeus
16 Poema Original (EDIÇÃO ESPECIAL)
17 Praia Nua (EDIÇÃO ESPECIAL)

CD’s (Discos)

Fado
CD/2009

01 Escrevi o teu nome no vento [Fado Carriche]
02 A Bia da Mouraria
03 Meu Amor Marinheiro
04 Palavras Dadas [Fado Rosita]
05 Espelho Quebrado
06 Marcha de Alfama
07 O Tejo corre no Tejo
08 A Voz [Fado Licas]
09 Voltar a Ser
10 Carta a Lisboa [Fado Alexandrino da Rocha]
11 Carta a Leslie Burke
12 Uma vida noutra vida [Fado Pechincha]
13 Nunca é silêncio vão [Fado Pedro Rodrigues]
14 Senhora da Nazaré

Carminho - Canto

Chama-se “Canto”, este novo disco de Carminho. Não é o seu primeiro álbum internacional, nem o seu primeiro trabalho a pensar no estrangeiro, nem o seu primeiro disco depois da conquista do Brasil.

É, apenas, o terceiro álbum de Carminho, o terceiro passo numa carreira que já é uma das mais notáveis do “novo Fado”.

Antes, começou por haver uma estreia à qual Portugal se rendeu (Disco de Platina, a aclamação da crítica e do público) e que também a apresentou a Espanha, à França, ao Brasil. Depois, um segundo álbum que conquistou e convenceu ainda mais pessoas (nº 1 do Top, dois anos entre os discos mais vendidos em Portugal) e a lançou para a popularidade internacional (top-5 no iTunes de Espanha, entradas nos topes escandinavos). E, sobretudo, que a tornou num fenómeno no Brasil, onde o Rio de Janeiro a recebeu com concertos esgotados e a capa do jornal O Globo, onde Caetano Veloso lhe chamou “um breve milagre”, onde Chico Buarque, Milton Nascimento e Nana Caymmi quiseram gravar (e gravaram) com ela.

Agora que chegou a “prova de fogo” do terceiro álbum, contudo, Carminho não se deixou deslumbrar pelos aplausos do mundo. Diogo Clemente, produtor, acompanhante e compositor de sempre, continua aos comandos do estúdio; o fado que parece renascer na sua voz continua a ser a estrela do norte por onde o seu talento se guia. Mesmo que Marisa Monte lhe tenha oferecido um dueto inédito escrito com Arnaldo Antunes (“Coisas”), Miguel Araújo lhe tenha dado “Ventura”, que Jaques Morelenbaum, Nana Vasconcelos, Carlinhos Brown, Javier Limón ou Carlos Barreto contribuam com o seu talento de instrumentistas, Carminho continua a ser Carminho.

O seu “Fado”, que provou ser a sua “Alma”, é agora, chegado o tempo do terceiro álbum, o seu “Canto”. Um “Canto” que abarca alegremente Caetano Veloso (que escreveu a letra do inédito “O Sol, Eu e Tu”) e o Fado Menor do Porto (“A Ponte”), Miguel Araújo (“Ventura”) e Fernando Pessoa (“Na Ribeira deste Rio”), Carlos Paião (o tema extra “História Linda”) e Alberto Janes (“Destino”). Um “Canto” que, como canção de marinheiros que o Fado também é (e sempre foi), se alimenta do mundo para moldar uma alma profundamente portuguesa – uma alma para a qual a voz de Carminho é, hoje e sempre, cada vez mais, a perfeita tradução em palavras e sons.

E, quando Carminho canta, a alma, e o Fado, estão lá sempre.

Edição: Warner Music
In Portal do Fado 21 Janeiro 2015

Carminho apresenta novo álbum em Lisboa (TVI24)

Fadista vai dar dois concertos no grande auditório do Centro Cultural de Belém. Estão marcados para quinta e sexta-feira

A fadista Carminho, por duas vezes distinguida com o Prémio Amália – Revelação e Melhor Intérprete -, apresenta temas do próximo álbum nos concertos previstos para quinta e sexta-feira, no grande auditório do Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa.

A fadista, acompanhada por Luis Guerreiro, na guitarra portuguesa, Diogo Clemente, na viola, e Marino de Freitas, na viola baixo, irá passar em revista alguns fados do seu repertório e interpretar temas do próximo álbum, «Canto», com edição prevista no dia 03 de novembro, disse à Lusa fonte da discográfica.

O novo álbum inclui um dueto com a cantora brasileira Marisa Monte e participações especiais dos músicos António Serrano, Carlinhos Brown, Dadi Carvalho, Jorge Hélder, João Frade, Lula Galvão, Naná Vasconcelos e ainda Jaques Morelenbaum e Javier Limón, que já colaboraram com Mariza.

O álbum terá três edições, uma digital e outra em CD, ambas com 14 temas, e outra ainda, limitada, que inclui três temas-extra, um deles de Carlos Paião, estando a edição internacional prevista para o primeiro trimestre do próximo ano, segundo a mesma fonte.

Do novo álbum fazem parte, entre outros, temas de autoria de Miguel Araújo («Ventura»), Pedro Homem de Mello («Espera»), e a própria fadista assina a letra e música de dois temas, «Andorinha» e «Contra a Maré».

«Canto» é o terceiro álbum de estúdio da fadista, que se estreou com o álbum «Fado» (2009), a que se seguiu «Alma» (2012), distinguido com o Globo de Ouro Caras/SIC e o Prémio Carlos Paredes.

No palco do CCB, Carminho conta ainda com a participação dos músicos Ruben Alves (piano) e André Silva (percussões).

A mesma fonte adiantou que, depois das atuações em Lisboa, no âmbito do ciclo «Há Fado no Cais», Carminho inicia uma digressão nacional de apresentação do novo álbum, que passa pelo Teatro Pax Julia, em Beja, no sábado, pela Casa das Artes, em Arcos de Valdevez, no dia 01 de novembro, pelo Coliseu do Porto, no dia 08 de novembro, pelo Theatro Circo, em Braga, no dia 28 de novembro, pela Casa das Artes, em Famalicão, no 12 de dezembro, e pelo Teatro Municipal de Faro, no dia 13 de dezembro.

Carminho, filha da fadista Teresa Siqueira, começou a cantar aos nove anos, nomeadamente na casa de fados que a sua mãe geria, a Taverna do Embuçado, em Lisboa, e, depois dos estudos universitários, começou a cantar regularmente no restaurante Mesa de Frades, do músico Pedro Castro, também na capital.

A fadista, com a canção «Perdoname», em duo com Pablo Alborán, foi a primeira artista portuguesa a liderar o top espanhol. Recentemente realizou uma digressão pela Europa.

(fonte TVI 24 de Outubro 2014)

Contactos Carminho

Tel. 219 249 249 (Management e Agenciamento)
Site Oficial
Facebook
Canal Youtube | You tube (outro)
MySpace
Wikipedia