Tio Jel, artista Jel, Homens da Luta, Gel, artistas portugueses, Comediante, Humorista, Actor, Contactos, Musicas portuguesas, Urban, Dance, Espectaculos
Tio Jel
03/07/2020
Xico à portuguesa, bailarinas, Espectáculos, musica popular, artistas, Musica portuguesa, Pimba, Artistas populares, portugueses, Comediantes, Humoristas
Xico à portuguesa, com bailarinas
22/05/2020
Show all

Némanus

Némanus, Artistas, Banda Némanus, espectaculos, espectaculo, contactos, contacto, oficial, musicas, musica portuguesa, bandas, artista, show, Portugal

Desde Peniche, local de onde são naturais os dois irmãos que integram o projeto Némanus, os responsáveis por uma nova sonoridade, apresentam uma nova musicalidade, um novo conceito, uma verdadeira lufada de ar fresco na música ligeira portuguesa. Némanus é sinónimo de uma fusão dos ritmos latino/africanos que com “traços” de dance music, rapidamente se tornaram num dos fenómenos musicais mais relevantes dos últimos tempos. Detentores de um currículo impressionante, com centenas de apresentações ao vivo por todo o país e nas comunidades lusas, os Némanus, editam em 2013 um álbum que reúne alguns dos seus maiores sucessos musicais. “O Melhor de” é muito mais que uma simples compilação de êxitos, é um álbum de celebração em que podemos escutar reedições de sucessos como: “Dançando kizomba”, “Paz Pás Funaná”, “Aiué do Roça roça”, “Funaná contigo”, “Némanus kuduro” ou “Cachupa com Berimbau” entre tantos outros. Em “O melhor de” podemos ainda ficar a conhecer três novos temas: “Faz comigo”, “Beijar na boca” e “Toma lá Funaná” canções que se regem pelas linhas da diversão, musicalidade e sensualidade, tão próprios da música interpretada pelos Némanus, num novo cd que será sem qualquer dúvida um dos sucessos musicais desta estação. “Némanus – O melhor de… é a continuação da nossa super viagem pelos ritmos quentes e pela sonoridade única à qual fomos apelidados pela crítica de “furacão na música portuguesa”. Desta vez navegamos com a nossa caravela mais cheia de todos vocês, de todo o vosso respeito, apoio incondicional e do vosso verdadeiro amor. Juntos somos mais… Somos mais fortes… Somos únicos… Respiramos juntos… Sentimos o coração bater mais forte a cada compasso das nossas canções… Rimos… Dançamos… Vivemos… Porque nunca se esqueçam: O “furacão” Némanus somos nós e vocês!“

NÉMANUS kizomba, Funaná, Kuduro, Reggaeton, Forró, Semba cantados em Português

Némanus

20Anos de carreira, vários discos de ouro e platina, milhares de discos vendidos, centenas de mega concertos esgotados em todo o mundo, vários prémios de música mas, acima de tudo, vinte anos com vocês.
Esta é a TOUR comemorativa de uma carreira de canções fantásticas que “nos” marcaram e “nos” continuam a soar bem e a fazer sentido. Os Némanus mudaram o conceito musical português, uma verdadeira lufada de ar fresco. Agora é tempo de novas misturas, novos arranjos e nova lufada de ar que tornam surpreendentes os verdadeiros clássicos NÉMANUS!

Voltamos a ver, a ouvir e a redescobrir AO VIVO os mega sucessos tão vitais, frescos e bem-dispostos como da primeira vez. “Aiué do Roça Roça”, “Paz Pás Funaná”, “Sinto Falta Dela”,

“Dançando Kizomba”, “Cachupa com Berimbau ” ou “Amar no Yo Yo” voltam a ser a tua banda sonora misturada numa explosão de som, luz, dança, ritmo, alegria e animação com a garantia de máxima qualidade.
É este o legado dos Némanus, dois irmãos de Peniche, cantautores que se destacaram e se transformaram em artistas de referência em Portugal e no mundo.
Como criadores de excelência, os NÉMANUS continuam a inovar e a criar formas de chegarem ao seu público, com a surpresa, energia e a criatividade que sempre os caracterizou.
Não é só um Espetáculo, mas sim o melhor espetáculo de sempre dos NÉMANUS…

Némanus novo videoclip promocional tour 20 anos com os mega sucessos da musica portuguesa aiue do roça roça, paz pás funaná, e sou pipoca. A mistura explosiva numa nova musicalidade em portugal. axe kizomba, funana, kuduro, forro e reggaeton cantado em portugues. super nemanus total o estrondoso sucesso em portugal brasil frança entre outros trio elétrico carnaval samba mega concerto espetaculo unico ledwall criatividade

Némanus – Vem Dançar no Roça Roça – Praça da Alegria – RTP

Némanus – Sou Pipoca (Official Videoclip)

Némanus Furacão Full Album New 2019

Némanus – Ao vivo no Coliseu (Full Concert)

“Aiué do roça roça” tem mais de dois milhões de visualizações no Youtube e “Dançando kizomba” ultrapassa os três milhões. Se subsistirem dúvidas sobre o sucesso dos dois irmãos de Peniche, eles logo lembram as semanas consecutivas nos tops de vendas e a atuação para 150 mil pessoas no Hipódromo de Vincennes, há um mês, em França.
Mesmo assim, o concerto de amanhã, 19 de outubro, no Coliseu de Lisboa terá um sabor especial. “É a sala mais emblemática de Portugal”, sublinha Hélder Vieira, que com Né forma os Némanus.
Andam a trabalhar pelo menos desde 2001 para aqui chegar. Nascidos numa família de pescadores de Peniche, fizeram o percurso dos bailes, casamentos, arraiais e outras festas.
“Falar de ti ao mar”, o primeiro disco, denuncia as influências de quem respira ares do Atlântico: ainda se recordam das longas ausências do pai, que ia pescar durante meses para os mares de África. “Sacrificou-se para nos pagar as aulas de música, para fazermos o que gostávamos”.
Para o nome do projeto, Hélder recorreu ao Latim que aprendeu na escola. “‘Némanus’ quer dizer ‘força e vontade de vencer’”. Cresceram com os anos. Trabalharam com produtores famosos no meio – entre eles Emanuel – e, em 2007, tiveram o primeiro grande hit: “Dançando kizomba”.
A partir de 2010 os Némanus passaram a produzir-se a si próprios. “Aí estalou o sucesso a sério”, recorda Hélder Vieira. Com “Paz Pás Funana”, em 2011, as televisões chamaram-nos, funcionando como multiplicador para o êxito da dupla de Peniche. “Hoje não sabemos quantos concertos damos por ano. Mas até ao fim de 2013 temos a agenda completamente cheia”, confessa Hélder. Têm atuado em todo o lado.
“Onde há portugueses, estamos lá”. O sucesso é grande entre as comunidades de emigrantes em França, Luxemburgo, Suíça, Itália, Canadá, Estados Unidos da América e vários outros países. “O maior concerto de sempre foi em Vincennes. É de loucos tocar para 150 mil pessoas, um mar de gente”.

Como arrastam multidões os dois irmãos de Peniche? A explicação estará na mistura de ritmos latino-africanos com batidas da dance music. Normalmente a fórmula é apresentada por bandas brasileiras, mas os Némanus são cem por cento portugueses e é aí que surge a diferença.

A kizomba e kuduro de Angola ou o funaná de Cabo Verde são revistos pelos irmãos Vieira, que fugiram à tradição rock de Peniche e assimilaram a onda afro-brasileira que se ouve em alguns bares da terra.

Hélder Vieira considera que, além da música, o percurso de ambos também conquista fãs. “As pessoas identificam-se com as nossas letras, música e maneira de estar na vida”. Ou seja, o facto de virem de uma família tradicional e de terem lutado para fazerem o que gostam.

“Passámos por muitas coisas. Fomos enganados por gente do mundo da música. Sofremos tudo isso na pele e demos a volta a tudo. Foi uma luta constante para atingir os nossos objetivos”.

Dentro de dias sobem a um palco ambicionado por muitos. É o ponto alto na carreira. “Se sonhávamos com isto? Sim, mas vir de uma família de pescadores e chegar a um Coliseu… Era um sonho muito alto. Mas esperamos que seja o primeiro de muitos palcos assim”.

No Coliseu a 200%

Na promoção do concerto de Lisboa, agendado para amanhã, são descritos como “furacão da música portuguesa”. Eles não fazem por menos e prometem uma mega produção de duas horas, digna de qualquer artista internacional, com pirotecnia e grande investimento no som, luz e coreografias.

“Elevámos a fasquia. Estamos a preparar um espectáculo fantástico, diferente do normal na música portuguesa”, promete Hélder Vieira. A lotação ronda os 4.900 lugares e os Némanus esperam esgotar o Coliseu. Afinal, preparam este momento há quase um ano.

“Estamos empenhados neste espectáculo a 200 por cento”. O concerto começa às 22 horas. O preço dos bilhetes varia entre os 18 e 22 euros.

(Notícia publicada na edição de 10 de outubro de 2013)
in: www.regiaodeleiria.pt

Info - Espectaculos